Saiba mais...

Programa de Auto Gestão Diabetes
Programa de Auto Gestão Diabetes
Programa de Auto Gestão Diabetes

Diabetes:
O diabetes mellitus é uma doença crônica caracterizada pelo aumento dos níveis de glicose no sangue resultante de defeito na produção de insulina (como no diabetes tipo 1) ou na ação da insulina (como no diabetes tipo 2). A prevenção, o diagnóstico precoce e o tratamento são importantes para evitar as complicações, que podem acometer vários órgãos e sistemas, como olhos, rins, nervos, coração e vasos sanguíneos. No entanto, com o acompanhamento adequado, é possível ter uma excelente qualidade de vida.

Alterações dos Hormônios da Tireoide:
A tireoide é uma glândula endócrina localizada no pescoço e é responsável pela secreção dos hormônios da tireoide (T3 e T4). Esses hormônios atuam no metabolismo dos outros tecidos do corpo e suas disfunções podem causar vários sinais e sintomas. A falta do hormônio da tireoide (hipotireoidismo) pode causar cansaço, queda de cabelo, pele seca, intestino preso, alteração da memória, menstruação irregular, entre outras manifestações. O excesso do hormônio (hipertireoidismo) pode provocar nervosismo, sudorese excessiva, tremor, palpitação, fraqueza, perda de peso involuntária, alteração da menstruação, entre outros. 
As manifestações das doenças da tireoide variam muito de uma pessoa para outra. O diagnóstico envolve avaliação dos sintomas, exame físico e realização de exames complementares. Com o tratamento adequado, é possível a resolução dos sintomas.

exame-de-tireoide.jpg

Síndrome Metabólica:

A síndrome metabólica é um conjunto de fatores que causam aumento do risco de eventos cardiovasculares e geralmente está associada à resistência insulínica e ao acúmulo de gordura abdominal. Um dos critérios mais utilizados para a sua definição é a presença de pelo menos três dos fatores a seguir (ou o uso de medicações para o tratamento dessas condições): glicemia de jejum alterada, colesterol HDL baixo, triglicerídeos elevados, circunferência abdominal aumentada e aumento da pressão arterial. A prevenção e o tratamento dos componentes da síndrome são fundamentais para evitar as complicações cardiovasculares.

sindrome-metabolica.jpg